segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Eleições 2010

Nunca vi tanta campanha tosca e mal feita. Talvez os publicitários estejam se esforçando para agradar ao grande público, mas desde os locutores com falso sotaque nordestino, até as músicas com temas infantis, tudo parece fora do tom. No caso do meu amado estado de Alagoas, as campanhas são fantásticas. Nem em sonho imaginaria que nosso ex-presidente carioca alegaria ter sido um bom presidente. Apesar de todo o seu histórico bizarro, ele figura em primeiro lugar nas pesquisas de intenção de voto.

Mas ele não é o único, temos candidato ao senado que já deu prova de sua ineficiência. Temos candidatos ao legislativo estadual dos mais corruptos e até assassinos conhecidos. Tudo parte de um cenário inaceitável.

O que me irrita também, é que diante de tudo isso surgem argumentos como: o alagoano não sabe votar; se o povo vota é porque merece esse governante. Acredito que quem diz isso não pensou no seguinte fato: o povo em Alagoas não sabe votar porque foi explorado em toda a sua história pelos políticos que hoje tentam se rererereeleger. E que na verdade eles são vítimas de uma democracia mal formada e que não abre espaço para que esse mesmo povo faça parte dela.

Não sei o que fazer nessas eleições. Sou contra o voto nulo pessoalmente, mas não condeno quem o faz. Com tantas opções ruins, quase nada se salva...