domingo, 30 de novembro de 2008

Herói chinês

Reportagem da Veja:

"Executado com injeção letal o chinês Yang Jia, de 28 anos. Ele foi condenado à morte por ter invadido, com bombas de fabricação caseira, uma delegacia de Xangai, esfaqueado dez policiais e matado seis deles. Yang disse que o crime foi uma vingança pelas torturas que sofreu ao ser interrogado por um roubo de bicicleta. Ele é visto como um herói diante dos abusos da polícia chinesa".
Como diria Brecht: "Do rio que tudo arrasta, diz-se que é violento. Mas ninguém chama violentas às margens que o comprimem".

Nenhum comentário: