sábado, 27 de setembro de 2008

Era da Inocência


Quem puder ver o filme "Era da Inocência" de Denis Arcand, veja! Ele é supostamente uma seqüência do excelente ganhador do Oscar de melhor filme estrangeiro "As Invasões Bárbaras". Digo supostamente porque não há uma ligação importante entre as duas histórias, apenas o mesmo uso de humor para criticar ferozmente a política norte-americana, os preconceitos e hipocrisias da sociedade moderna. Uma das partes mais interessantes (e esta não é uma cena principal do filme, então posso contá-la) é quando o personagem está sendo investigado por ter chamado o seu amigo e colega de trabalho de negro. O próprio amigo o defende, afirmando que, tecnicamente, ele seria mesmo negro. Mas uma especialista em língua francesa afirma que a palavra "negro" assim como "negra" e "anã" estariam proibidas no Canadá, seriam o que ela chamou de não-palavras. Elas então deveriam ser substituídas por "pessoa de origem equatorial" e "pessoa pequena". Certamente o diretor fez uma clara crítica à essa hipocrisia que eu havia falado. Enfim, o filme é melhor do que eu poderia escrever aqui. Então acreditem, é realmente muito bom.

4 comentários:

ceciliaufal disse...

Só não é melhor do que "Em Paris".

Cyra R. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cyra R. disse...

Gostei demais do filme As Ivasões Bárbaras, sem dúvida mereceu o oscar de melhor filme estrangeiro de 2004. A Era da Inocência é um dos filmes mais cativantes que assisti nos últimos tempos.
Palmas para sua dica!!!!!!!!!!!!

Basile disse...

Muito obrigado pelo comentário!